De acordo com [fa]  a mídia iraniana, promover links que levam a sítios da rede social que contêm filtros, tais como o  Facebook e o Google+, pode ser considerado um crime sob a “lei de crimes de informática”. Leia mais sobre isto na “Lei de Crimes de Informática” aqui [en].