Fechar

Faça uma doação para manter o Global Voices no ar!

Cobrimos 167 países. Traduzimos em 35 idiomas. Somos o Global Voices.

Somos mais de 800 colaboradores trabalhando juntos em todo o mundo para oferecer aos nossos leitores notícias que são difíceis de encontrar em veículos tradicionais. Não podemos, porém, fazer tudo isso sozinhos. Embora a maioria de nós seja voluntária, ainda precisamos de sua ajuda para apoiar os nossos editores, tecnologias, projetos de extensão e defesa de direitos online, além dos eventos de nossa comunidade.

Doe agora »
GlobalVoices em Leia mais »

Global Voices e o poder de todos nós

Você já se perguntou como a gente faz as coisas no Global Voices? A seguir, um pouco da ação “por trás das cortinas” mostrando como os mais de 700 membros da nossa comunidade diversificada, global e completamente virtual elabora os artigos. Todos os dias, os chefes de seções, editores, autores e tradutores voluntários trabalham juntos em diferentes fronteiras, fusos-horários e barreiras linguísticas para amplificar o melhor da mídia cidadã e das redes sociais, vigiar a liberdade de expressão online e dar apoio para que outros grupos se juntem à essa conversa global.

Para dar início à campanha de arrecadação de fundos de final de ano, a seguinte explicação de como um artigo se tornou realidade mostra como os esforços coordenados de várias pessoas combinam-se para fazer do Global Voices algo tão único.

23 de outubro de 2012João Miguel, de sua casa em Fortaleza, no Brasil, envia um email para seus colegas voluntários no grupo de discussão da equipe de língua portuguesa com sugestão de pauta sobre o incidente envolvendo os Guaraní-Kaiowá, segundo maior grupo étnico indígena do Brasil, que enfretam ameaça de despejo de suas terras ancestrais no estado do Mato Grosso do Sul. Janet, no Reino Unido, rapidamente escreve uma nota em inglês, enquanto seis outros membros do grupo em cinco cidades diferentes do Brasil, Portugal e Espanha começam a trabalhar e pesquisar sobre a notícia.

 

24 de outubro de 2012: Sara, editora de língua portuguesa do Global Voices, publica o artigo em Português em colaboração com DiegoElisaJoão MiguelLuís e Raphael.

25 de outubro de 2012: Janet começa a tradução do texto para o inglês, contando com a ajuda da editora multilíngue Paula, em Londres, e do co-editor do Global Voices em Português João Miguel, em Fortaleza, para legendar o vídeo incluso no texto. A versão em inglês é enviada para a lista de discussão dos sub-editores, e é adotada pelo Kevin, que está em Melbourne, na Austrália. Kevin então revisa o artigo, e publica no site em inglês do Global Voices.

Em apenas algumas horas, nove pessoas em três continentes, cinco países e sete cidades colaboraram para divulgar o artigo sobre “O grito da resistência Guarani Kaiowá” para o mundo em português e inglês.

26 de outubro de 2012: Ines traduz o artigo para francês.

31 de outubro de 2012: Cristina, Mario e Gabriela traduzem o artigo para catalão, alemão e espanhol, respectivamente.

2 de novembro de 2012: Giulia traduz o artigo para italiano.

Nesse exato momento, outras equipes do Global Voices estão fazendo exatamente a mesma coisa, separadas por fronteiras, fusos-horários e idiomas, mas amplificando notícias importantes que a mídia de massa não tem tempo, ou interesse, em cobrir.

Somos gratos pelo financiamento que recebemos de fundações que nos apoiam ao longo dos anos, mas para continuar a fazer o que fazemos, e nos mantermos independentes, livres e sustentáveis, também dependemos do generoso apoio de amigos e leitores como você. Sua doação ajuda a cobrir custos de servidor, administrativo e nossos programas de micro-bolsas, além da equipe do Global Voices.

Nesse fim de ano, por favor considere dar um presente ao Global Voices:

Faça uma doação »

Regiões do mundo

Países

Línguas