Fechar

Faça uma doação para manter o Global Voices no ar!

Cobrimos 167 países. Traduzimos em 35 idiomas. Somos o Global Voices.

Somos mais de 800 colaboradores trabalhando juntos em todo o mundo para oferecer aos nossos leitores notícias que são difíceis de encontrar em veículos tradicionais. Não podemos, porém, fazer tudo isso sozinhos. Embora a maioria de nós seja voluntária, ainda precisamos de sua ajuda para apoiar os nossos editores, tecnologias, projetos de extensão e defesa de direitos online, além dos eventos de nossa comunidade.

Doe agora »
GlobalVoices em Leia mais »

Estados Unidos: Caso de Estudante Colombiana Revive Debate Sobre Imigração

Daniela Peláez é uma estudante colombiana radicada em Miami que ganhou as manchetes recentemente como outro caso de alunos com um futuro extremamente brilhante, mas sem status legal nos Estados Unidos. Atualmente com 18 anos e a primeiro lugar em sua classe na North High School Miami, Peláez chegou aos Estados Unidos com quatro anos de idade, no tempo em que seus pais foram ao país com vistos de turista, e por isso Daniela recebeu anos mais tarde uma ordem de deportação.

No entanto, Peláez contou com imediato apoio do público em geral, do diretor e dos alunos de sua escola até dos parlamentares locais, como Marco Rubio e Ileano Ros-Lehtinen. Ela, tanto quanto sua irmã, Dayana, receberam o perdão do Departamento de Segurança Nacional em 6 de março, reabrindo o debate sobre o status migratório de milhares de jovens que chegaram nos Estados Unidos com pouca idade, cresceram e agora enfrentam dificuldades para entrar em instituições de ensino superior.

O caso Peláez não é apenas uma brecha num sistema de imigração questionável; ele também oferece uma nova oportunidade para pensar em soluções que as leis no Congresso podem proporcionar, como o DREAM Act [en], que teria concedido residência permanente condicional aos diplomados do ensino médio nascidos nos Estados Unidos com os pais em situação irregular que têm mostrado “bom caráter moral” e tenham vivido aqui por cinco anos antes da aprovação da lei.

Além disso, um projeto de lei que Peláez ajudou a criar, o STARS Act [en], o qual, diferentemente do DREAM Act, concederia um período de carência de seis meses após terminar o colegial para depois entrar na faculdade.

O debate sobre a imigração é reavivado com o caso Daniel Pelaez.  Photo from longislandwins (CC BY-2.0)

O debate sobre a imigração é reavivado com o caso Daniel Pelaez'. Foto de longislandwins (CC BY-2.0)

O blog El Tercer Riel [es] clama a revisitação do tópico da imigração com o caso de Daniela Pelaez:

El caso de la joven Daniela Peláez debe servir para concientizarnos sobre la necesidad de traer un tono serio a la discusión del tema migratorio. El primer paso necesario en esta discusión es separar la nobleza de la idea tras el DREAM Act de la ridiculez de las recientes propuestas legislativas que han mancillado ese nombre.

O caso da jovem Daniela Peláez deve servir para conscientizar-nos sobre a necessidade de trazer um tom sério para discussão sobre migração. O primeiro passo necessário nesta discussão é separar a nobreza da idéia por trás do DREAM Act do ridículo das recentes propostas legislativas”, que manchou seu nome.

O blog Eucario y su comentario [es] nota que os alunos como Peláez devem ser compensados pela sua inteligência e esforço independente de seu status migratório:

Un acto de justicia que una vez más demuestra la perentoria necesidad de que se legisle con prontitud para que en lo sucesivo no se frustren las ilusiones, el esfuerzo, la dedicación de estudiantes como Daniela cuyo propósito ha sido y será ser conseguir una educación adecuada mediante la cual pueda aportar su inteligencia y conocimientos al servicio del país en el que se ha educado.

Um ato de justiça que uma vez mais demonstra a necessidade urgente que se façam leis com prontidão para que a partir de agora não frustren as ilusões, o esforço, a dedicação de estudantes como Daniel cujo propósito foi e será conseguir uma educação adequada que permita aportar sua inteligência e conhecimento a serviço do país em que foi educada.

Os tweets não fazem apenas referência a Peláez, mas também à necessidade de revisitar o DREAM Act, tal como Arne Duncan (@arneduncan), Secretária de Educação dos EUA, menciona:

We've got to pass the DREAM Act. It's the right thing to do, & we can't afford to deny education to talented, hard-working students.

Nós temos que aprovar a DREAM Act. É a coisa certa a fazer & não podemos nos dar ao luxo de negar educação para talentosos, esforçados alunos.

Veronique M (@VMblogger) considera que estudantes como Peláez representam o futuro dos Estados Unidos:

RT @VoxxiNews: DREAM Act is priority b/c kids like the Miami valedictorian facing deportation are our future http://j.mp/AbRbl1#latism

RT @VoxxiNews: DREAM Act é prioridade porque jovens como os concludentes de Miami, enfrentando as leis de deportação, são o nosso futuro http://j.mp/AbRbl1 #latism

O senador Harry Reid (@SenatorReid) prometeu aprovar o DREAM Act após um encontro com Peláez:

I spoke with Daniela Pelaez, an inspiring #Miami#DREAMER, and I told her that I am fully committed to #DreamActhttp://yfrog.com/g0ltwxrj

Eu falei com Daniela Pelaez, uma inspiração #Miami#DREAMER, e eu disse a ela que estou totalmente comprometido com #DreamActhttp://yfrog.com/g0ltwxrj

Jose Dante Parra (@jdparraSenate) destaca o que ele considera sobre o Senador Marco Rubio [es]:

Rubio c reune con Daniela Pelaez. Dice q’ la apoya. Despues dice a WTVJ-Miami q c opone al #DREAMACT? Double personalidad? #latism

Rubio se reúne com Daniela Pelaez. Ele diz que irá ajudá-la. Após fala ao WTVJ-Miami que ele é contrário ao #DREAMACT? Dupla personalidade?#latism

Finalmente, Carlos Mendoza III (@EducatorMusing) expressou sua felicidade com a prorrogação concedida a Peláez:

Happy for you. Best wishes #edchat#in H.S. Valedictorian Daniela Pelaez Granted Temporary Two-Year Stay Of Deportation http://j.mp/w4huqU

Fico feliz por você. Os melhores votos #edchat#in H.S. Valedictorian Daniela Pelaez Granted Temporary Two-Year Stay Of Deportation http://j.mp/w4huqU

Regiões do mundo

Países

Línguas