Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Angola: O Alambamento e os Rituais do Casamento

Em Angola, o alambamento ou pedido (da mão da noiva) é ainda uma tradição cultural bastante forte e segundo consta, mais importante do que o casamento civil ou religioso. O alambamento consiste numa série de rituais, como por exemplo a entrega de uma carta com o pedido da mão da noiva, ofertas em bens e por vezes até mesmo dinheiro.

Bride, photo from blog Teto de Estrelas

Noiva, foto do blog Teto de Estrelas

No blogue Muxima N´gola [pt] pode ler-se uma descrição detalhada sobre este acontecimento:

Quando o jovem casal de namorados decide casar, é necessário ter o aval da família da noiva e isso só é possível se, durante o pedido, toda a gente estiver de acordo em que o casamento se concretize. O jovem casal marca o dia do pedido. Esse dia é marcado pelos tios da noiva, pois é necessário reunir toda a família e é entregue uma lista contendo o que o noivo tem de conseguir reunir até ao dia do pedido.

Na lista vêm diversos itens de consumo e apesar de serem normalmente os mesmos para toda a gente, pode variar consoante a família em questão, como o mesmo blogue explica:

O dia do pedido está marcado e o noivo parte em busca de todo o material para que no dia não falte nada. E o que está nessa lista? Primeiro é um envelope com dinheiro. 300, 400, 500 USD, depende do que o tio estipular. A altura da noiva em grades de cerveja, a altura da noiva em paletes de sumo ou coca-cola, um cabrito, um fato para o tio e uns sapatos para a mãe.

O blogue Tre Angolando [pt] faz igualmente uma descrição do alambamento com referência à importância da lista entregue ao noivo:

Trata-se de uma lista elaborada pelos tios, onde consta uma relação de coisas que o noivo tem de “comprar” para oferecer à família da noiva, como indemnização pelos gastos feitos com ela desde o seu nascimento até ao dia do casamento. Basicamente é um dote que representa um bem valioso porque quanto maior o pagamento, maior prestigio terá a noiva.

Ofertas, foto do blog Teto de Estrelas

Ofertas, foto do blog Teto de Estrelas

Caso a noiva se encontre grávida, os valores referidos em cima aumentam bastante, conforme refere o autor de Tre Angolando:

Este valor pode ainda ser superior, caso o noivo tenha saltado a janela. Saltar a janela significa que a noiva engravidou antes do casamento e claro, é justo que o pedido seja reforçado. Quando chega o dia do pedido, os familiares do noivo juntam-se à família da noiva, fazem-se as apresentações e procede-se ao pedido de casamento.

Eis como se realiza o processo, de acordo com o blogue Muxima N´gola:

Quando chega o dia, a família do noivo (pai, mãe, tio, tia, irmãos) vai a casa da noiva e o tio da mesma, como se de um juiz se tratasse, apresenta toda a gente e informa de que se vai dar início ao pedido de casamento. Os pais da noiva convidam os pais do noivo a entrar e o tio dá início à leitura do pedido apresentado pelo noivo. Se o pai da noiva concordar com o pedido, o noivo terá de ir buscar o alambamento ou seja, aquela lista de coisas que juntou. O alambamento é apresentado e se tudo for cumprido é feita uma reunião para acertar a data do casamento e outros detalhes de natureza logística. Posto isto, canta-se e dança-se (não é por acaso que aparecem as grades de cerveja e de coca-cola na lista).

A partir deste dia, se tudo correr bem, o casal de namorados passa a marido e mulher. Chegados ao casamento, alguns casais dão o nó trajados com roupas típicas ao passo que outros preferem vestir o famoso fato e gravata e as noivas o tradicional vestido branco.

Débora Cecília, autora do blogue Teto de Estrelas [pt] relata o que presenciou num casamento para que foi convidada em Cabinda, no norte do país:

No dia do casamento a mulher se veste com um fato, uma roupa típica do país, e o homem se veste com uma camisa social, terno e gravata. Antes de começar a noiva aparece debaixo de um pano, para testar se o marido a reconhece de verdade.

Dança tradicional na festa do casamento, foto do blog Teto de Estrelas

Dança tradicional na festa do casamento, Ofertas, foto do blog Teto de Estrelas

Depois da união estar devidamente oficializada é altura da festa ou não fossem os Angolanos festeiros por natureza. Comida e bebida com fartura fazem as delícias dos convidados, sempre acompanhados por boa música da terra.

Como a tradição já não é o que era e apesar do alambamento ser ainda uma forte característica da cultura Angolana, a verdade é que este hábito vai caindo em desuso. A par com a modernidade, e não só em Angola,  segundo Sandra Flosi, que escreve sobre o alambamento em Moçambique no blogue Mosanblog [pt], algumas famílias abdicam desta tradição ao passo que as conservadoras fazem questão de a manter. Ao mesmo tempo, a sociedade angolana reconhece a importância do ritual do alambamento e até já o usa em spots publicitários.

  • Pingback: Angola: O Alambamento e os Rituais do Casamento « Bradt Guide to Angola : Update Website

  • http://www.noivasecasamento.com.br/ Marina

    Que interessante, acho bonito esse tipo de tradição

    • Sérgio Oliveira

      Concordo que é bonito, o alambamento, quando nao ha roubo. Porque o que tenho notado ultimamente nao é e nem nunca será alambamento, é roubo, e digo que é roubo porque é assim designado juridicamente a expropriaçao de bens que inclui a violencia, nesse caso, moral. Por favor, reflitam.

  • http://www.beco1001.blogs.sapo.ao helder

    ainda que sofra algumas modificarações, mas aquilo que é o principal do alambamento numca vai se perder, infelizmente muitos se referem a ele com despreso ou algo fora de moda mas essa festa ainda tem muitos anos pela frente

  • juelma ingles

    eu entendo que seja cultura.mais devo dizer que sou contra o alambamento…o alambamento tem um grande significado,e o aspecto moral È moralizar a mulher .comportar-se como uma boa esposa .. a nossa cultura da um peso muito grande a mulher.toda responsabilidade recai sobre a mulher,tudo porque foi feito o pedido.a mulher poe em mente que se comportar-se mal vai sujar a familia.

  • Osvaldo M.Carreiro

    O alambamento na minha óptica é um ritual mais importante que o casamento, e é muito imporante que todo homem passe por isso,

    • hacker pc

      voce é um louco queres que trocam a tua filha por 20 grades d cerveva e de gasosa mas 500 usd na carta se for assim nao adianta mas conversar com a filha pego os meus 500usd vou dar directamente no pai e digo vim comprar a tua filha ok.PC

  • Mário Rui Orlando Jorge

    na minha opnião, o alambamento é um ritual muito lindo que respeito e espero cumprir quando for o momento.
    tal como uma sociedade que seje Angola tambem tem uma cultura propria e alambamento se destaca entre as quais.
    casamento ritual ou simplismente Alambamento

  • Walter Mungongo

    o alambamento é uma cultura que nos indentifica muito o povo angolano.só fico satiado com certas familia que estão a estragar esta nossa bela cultura,por favor não estragam os que nossos antepassado deixaram ela faz parte da nossa indetificação.Walter Mungongo

  • Floriano

    O Alambamento é extremamente importante para o futuro casal, visto que é o momento em que as duas famílias se entrosam através dos noivos e estes têm a possibilidade de ouvir dos velhos conselhos e experiências que lhes serão indispensáveis na futura vida a dois. Por favor jovens angolanos não percam esta cerimonia tão especial, honrosa e inesquecível na vida e que nos identifica como angolanos. Se até os europeus gostam de ver quanto mais nós próprios!!!. Beijos e abraços.

  • http://N/A Ferrao Justino

    Contrariamente ao que algumas pessoas pensam de negativo e despresível sobre o alambamento, a prática desse ritual matrimonial remonta aos primórdios da existência da humanidade. O alambamento é, na cultura dos povos bantu, o selo ou vínculo do casamento. O mundo ocidental, apesar da dominação que exerceu sobre os povos bantu, forçando-os a renegar a sua própria cultura, reconhece a importância e o significado do alambamento. De mesma forma que, quem se junta a uma mulher para uma vida a dois, no mundo ocidental, sem cumprir com os pressupostos civis (legais) é tido por ilegal, qualquer que se junta a uma mulher para o mesmo fim, nas sociedades bantu, sem dar à família (pais e tios) da noiva, o respetivo alambamento nas sociedades bantu, é tido por intruso (ilegalista) e consequentemente desprestigiado, para além de outras implicações de ordem sociocultural.

  • Walterp02

    Eu concordo que seja cultura, mas nos ultimos tempos noto que as famílias vende suas próprias filhas. Pede-se muitas coisas fora do normal como parabólicas, terrenos e muito mais