Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Video: Metroviários em greve são agredidos pela Polícia Militar de São Paulo

O coletivo Mídia Ninja reproduziu vídeo e notícia que denunciam a violência da Polícia Militar de São Paulo contra metroviários em greve pacífica na madrugada do dia 5 de junho de 2014. No vídeo é possível ver a Tropa de Choque partindo para cima dos trabalhadores em greve com tiros de bala de borracha à queima-roupa:

A notícia indica ainda que, a menos de uma semana para o início da Copa do Mundo, a greve “deflagrada pelo Sindicato dos Metroviários (…) afetou cerca de 4,6 milhões de usuários do Metrô nessa quinta-feira” (5 de junho): 

A categoria tentou de todas as formas negociar pelos seus direitos sem prejudicar usuários mas nenhuma proposta foi aceita até então pela Secretaria de Transporte do Estado. 

Os Metroviários chegaram inclusive a propor a catraca livre enquanto forma de manter o protesto sem afetar a população: “Seria uma alternativa à paralização”, propôs o presidente do Sindicato Altino de Melo Prazeres Júnior. Geraldo Alckmin, Governador do Estado e responsável pela gestão do Metrô, afirma que o movimento é “político e sem sentido”, e atua com a força militar da polícia para impedir a reivindicação trabalhalista prevista em Lei. 

Ao menos um trabalhador foi preso. A greve do Metrô continua por tempo indeterminado.