São Tomé e Príncipe, Angola e Guiné Bissau, fazem parte da ínfima lista de países que não ratificaram a Convenção das Nações Unidas contra a Tortura, denuncia [en] o português Fábio Pereira, editor assistente do Jornal Tortura [en], partilhando uma carta aberta [pdf] que enviou à CPLP.  Foi criada uma petição no site Avaaz pelo Conselho Internacional de Reabilitação de Vítimas de Tortura.

Eu sou Português e sou de uma geração de jovens que querem romper completamente longe das hostilidades que marcaram este grupo de países nos anos 60 e 70.Esta geração que sonha com uma verdadeira comunidade de países lusófonos que usa a herança compartilhada como uma ferramenta para promover o desenvolvimento humano e de enriquecimento cultural.