Fechar

Faça uma doação para manter o Global Voices no ar!

Cobrimos 167 países. Traduzimos em 35 idiomas. Somos o Global Voices.

Somos mais de 800 colaboradores trabalhando juntos em todo o mundo para oferecer aos nossos leitores notícias que são difíceis de encontrar em veículos tradicionais. Não podemos, porém, fazer tudo isso sozinhos. Embora a maioria de nós seja voluntária, ainda precisamos de sua ajuda para apoiar os nossos editores, tecnologias, projetos de extensão e defesa de direitos online, além dos eventos de nossa comunidade.

Doe agora »
GlobalVoices em Leia mais »

“Primos” de São Tomé e Príncipe unem diáspora através de rádio online

Dizem que “são todos primos” e fazem uso das ferramentas online e mídias sociais para unir pela via digital os povos de São Tomé e Príncipe na diáspora e espalhados pelo mundo. O Global Voices falou com Guedes Machado Medeiros, coordenador geral do grupo informal “Somos Todos Primos” que lançou a 22 de Dezembro um novo website para a sua rádio online.

Global Voices Online (GVO): Como é que surgiu o grupo “Somos Todos Primos” e que objetivos preza a mesma organização?

Guedes Medeiros (GM): O Grupo Somos Todos Primos surgiu em 2010, e consolidou-se com a existência da Rádio Somos Todos Primos (RSTP), [que nos] trouxe grandes perspectivas e novas ideias: o nosso objectivo é promover e vender a nossa cultura para o mundo, acreditamos que somos capazes de divulgar São Tomé e Príncipe para os quatro cantos do mundo. Com o tempo apercebemo-nos que podíamos oferecer ao nosso público-alvo um leque de programação que ainda não se dispunha, então surge assim o Grupo com a mesma denominação da rádio e composta por jovens estudantes desde a área científica até à literatura.

Alex Dinho ft WK Produções "Somos Todos Primos T-shirts". Foto partilhada na página de Facebook da Rádio Somos Todos Primos

Alex Dinho ft WK Produções “Somos Todos Primos T-shirts”. Foto partilhada na página de Facebook da Rádio Somos Todos Primos

GVO: Poderia explicar-nos o que significa “Somos Todos Primos”?

GM: “Somos Todos Primos” não é nada mais nada menos que “São Tomé e Príncipe”, por sermos um país pequeno geograficamente e em termos de população, onde todos têm um laço parentesco, traduzimos em poucas palavras “Primos”. Esta denominação foi uma forma que achamos mais acertada para não deixar morrer a ideia e a cultura de que somos um país familiar. Hoje acreditamos que com o projeto Somos Todos Primos, trouxemos mais brilho, mais vida e por conseguinte como já foi dito, unimos os são-tomenses espalhados pelo mundo.

GVO: Uma das primeiras ações do vosso Grupo foi a criação de uma comunidade social online na plataforma Ning em finais de 2009, mas após um ano e meio teve o seu encerramento. Que análise faz da experiência desenvolvida com esta comunidade social online?

Guedes Machado Medeiros, natural do distrito de Mé-Zóchi, na Trindade, em São Tomé e Príncipe. Fez o curso técnico de eletrónica e telecomunicações, na Escola Profissional de Braga no ano 2008/2011, e frequentou a Universidade de Minho, no curso de Ciências Políticas.

Guedes Machado Medeiros (24 anos), natural do distrito de Mé-Zóchi, Trindade, São Tomé e Príncipe. Atualmente radicado em Londres, após ter estudado eletrónica e telecomunicações em Portugal.

GM: A criação do blog na comunidade social Ning foi o primeiro passo de “Somos Todos Primos” como “marca” nacional. A partir daí a rede foi sem exageros um grande sucesso, e quando surge a rádio com o supracitado nome já ninguém precisava perguntar muito, porque já sabiam do que se tratava. Devemos todo o nosso sucesso até hoje alcançado a este blog, e é de salientar que a maioria das pessoas que hoje fazem parte do projeto Grupo Somos Todos Primos, conheceram-se através da plataforma Ning.

Tivemos que encerrar o blog porque tínhamos uma despesa mensal de 22€ e posteriormente demos conta que com o valor disponibilizado, podíamos desfrutar de algo de dimensão maior ao que a plataforma Ning colocava à nossa disposição. Foi a partir daí que surgiu a ideia de criarmos o nosso “Portal Oficial” de raiz.

GVO: Mesmo com o encerramento da comunidade no Ning, podemos concluir que jamais desistiu dos seus objetivos. Podia contar-nos em que circunstância surgiu a Rádio Somos Todos Primos?

GM: Inconformados com o referido encerramento, tentamos procurar alternativas até que o Portal Oficial fosse lançado. Ainda no nosso blog antigo, visto que somos apaixonados pela música e divulgação de valores são-tomenses, criamos um “Menu Playlist” em que os utilizadores do blog podiam desfrutar das músicas em modo “Off” [através da plataforma Listen2myradio]. Deixando o blog para trás, numa brincadeira entre amigos e o meu irmão Ricolve Medeiros, gravámos um vídeo no meu quarto a brincar de locutores e colocámos no Youtube:

Houve uma aceitação muito considerável dos visualizadores do referido vídeo, inclusive alguns mais próximos entraram em contacto connosco incentivando a criação de uma “Web Rádio”. Analisamos bem todas as possibilidades e procuramos encontrar um mecanismo em que podíamos tornar as ideias numa realidade…

GVO: Contacto puxa contacto e…

Foi assim que apareceu o nosso génio Hugo Menezes que percebe de informática. Com o software na sua posse, precisou de aproximadamente de 2 semanas de trabalho investigativo. Ao terminar a sua investigação, recebi a melhor notícia que que já alguma vez recebi na vida. Contactou-me para mostrar uma surpresa, por conseguinte, tinha sido a rádio em funcionamento. A partir daí reunimos as condições, ainda que sejam elas precárias, temos mantido a rádio online até a ver com o esforço e dedicação, mas por sermos todos estudantes e vivemos em locais diferentes da Europa, temos ido ao ar com mais frequência ao fim de semana que é altura em que temos mais disponibilidade.

"De momento usamos a plataforma Listen2myradio para transmissão da nossa rádio, mas em breve iremos lançar o nosso portal oficial SomosTodosPrimos.net aonde as pessoas poderão gozar e abusar de uma grelha de conteúdos bem diversificado. "

Novo portal oficial acessível em SomosTodosPrimos.net, “aonde as pessoas poderão gozar e abusar de uma grelha de conteúdos bem diversificada.”

GVO: Desde a sua fundação, que tipo de conteúdos e programas desenvolveram? Que interpretação faz do nível de audiência?

GM: Desde em que começámos os nossos serviços na rádio, temos mantido uma programação diversificada, sendo ela em 90% composta por variedades musicais. Ainda nestas condições, contamos com um número de audiência muito considerável, até porque utilizamos a rede social Facebook nos nossos serviços de Marketing por ser uma ferramenta muito poderosa. Para diversificar um pouco a nossa grelha de programação, fizemos uma pequena parceria com a Rádio Nacional de São Tomé e Príncipe em que nos coloca a disposição alguns programas gravados que repassamos na nossa rádio. Como informação, relatamos situações que vivem os estudantes são-tomenses residentes em Portugal e não só. Contamos com ouvintes em São Tomé e Príncipe, Rússia, Alemanha, Brasil, Portugal, Inglaterra, Taiwan, Macau e muitos outros países, embora todos os trabalhos ainda sejam feitos de forma “amadora”.

GVO: Sabemos que têm projetos mais ousados, como por exemplo o “Primos TV”, que tem deixado os vossos ouvintes e seguidores da vossa página no Facebook ansiosos e impacientes…

Primos TV, brevemente...

Primos TV, brevemente…

GM: Sentimos que temos grandes capacidades para dar mais daquilo que até hoje tem sido feito para o nosso povo e a todos aqueles que apreciam a cultura de São Tomé. Desta feita resolvemos incluir no nosso projeto uma TV online que ainda está a ser estudada e bem estruturada. Por questões económicas ainda não nos foi possível lançarmos oficialmente tanto a rádio como a loja Online e a Primos TV que são as nossas maiores ambições, isto porque não dispomos de meios técnicos suficientes para desenvolvermos os nossos trabalhos em diante. Mas onde existe gosto pelo que fazemos, temos trabalhado com o que dispomos. Temos alguns amigos que nos têm apoiado, como é o caso do artista Mesaro Soares, Ron-nie Cabral, o grupo STP Rappers que até podemos considerar de nossos patrocinadores. Estamos abertos a pessoas que queiram apoiar-nos ou mesmo conhecer o projeto de perto.

GVO: Como interpreta o empoderamento dos jovens de São Tomé e Príncipe através da participação ativa nas mídias sociais?

GM: Sem dúvida os nossos jovens começaram a ter maior acesso a internet, e para nós que temos um país [em que] 75% da população é jovem, a tendência é sempre maior, e esperamos que com a instalação de fibra óptica em São Tomé e Príncipe iremos ter um número maior de internautas. Na minha opinião [a utilização das mídias sociais] é satisfatória atendendo às dificuldades que confrontamos no país com os serviços de telecomunicações.

GVO: Para terminar, que mensagem inspiradora deixaria aos jovens deste mundo global, particularmente aos de São Tomé e Príncipe ?

GM: Diria em poucas palavras: os jovens são o futuro de cada País e enquanto jovens, temos de começar a cultivar e sonhar em grande, acima de tudo não deixar que o medo seja uma condicionante. O nosso futuro é o reflexo de tudo que fazemos hoje enquanto jovens.

  • Hugo Menezes

    Frente será sempre o nosso caminho

  • http://www.facebook.com/guedes.medeiros.1 Guedes Medeiros

    A luta continua, Juntos venceramos. obrigado a toda equipa. O futuro ja comexou.

Regiões do mundo

Países

Línguas