Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Serra Leoa: Ami Musa Tem a Página no Pinterest Mais Triste do Mundo?

O blog Lovelyish considera [en] a campanha do Unicef britânico na rede social Pinterest “a página no Pinterest mais triste do mundo”.  Com o objetivo de chamar a atenção para crianças que vivem em condições de miséria na África, a campanha involve a garota de 13 anos Ami Musa, do distrito de Kenema, Serra Leoa.

Ami Musa

Perfil no Pinterest de Ami Musa, de Serra Leoa.

Pinterest é uma rede social de compartilhamento de fotos que permite aos usuários criar, gerenciar e compartilhar coleções de imagens de eventos, humor, interesses etc. Usuários podem “repinar” (compartilhar) ou curtir imagens.

O painel de Ami Musa, intitulado “Realmente Quero Estes” [en] contém imagens de necessidades básicas desejadas por ela, com a mensagem:

This is what 13-year-olds like Ami from Sierra Leone really want. Repin to remind people of what the world’s poorest children dream of. www.unicef.org.uk…

Isto é o que garotos e garotas de 13 anos de idade como Ami, de Serra Leoa, realmente querem. Repine para lembrar as pessoas aquilo com que as crianças mais pobres do mundo sonham. www.unicef.org.uk…

As imagens mostram que os objetos de desejo de Ami constituem necessidades básicas, como água potável, comida, material escolar e roupas.

Cada pin tem um link para uma página de doações [en], na qual se lê:

Children like Ami need basics that many of us take for granted: food, education, healthcare, a clean supply of water.
Your donation can help us provide these and other essentials. Thank you.

Crianças como Ami necessitam de coisas básicas que muitos de nós não valorizamos: comida, educação, assistência médica, uma fonte de água potável.
A sua doação pode nos ajudar a melhorar estas e outras condições essenciais. Obrigado.

Lovelyish afirma [en] que a campanha lembra as pessoas quais são os sonhos de crianças pobres:

Pinterest shoes

Ami Musa precisa de sapatos. Fonte: página no Pinterest de Ami Musa.

While many of us pin hairstyles that we like, tips for making our smaller bathroom look larger and ways to make a recipe better, Ami Musa's board, titled “Really want these.” reminds people of what the world's poorest children dream of: food, clean water, basic clothing and the opportunity to learn.

I'm not going to lie, when I found this board and clicked back to my homepage, which mainly consists of designer wear that I admire and graphic design work, I cried. Most of us truly do not realize how lucky we are.

Enquanto muitos de nós pinam penteados dos quais gostamos, dicas para fazer com que um banheiro pequeno pareça maior e maneiras de aprimorar uma receita, o painel de Ami Musa, intitulada “Realmente Quero Estes” lembra as pessoas o que povoa os sonhos das crianças mais pobres do mundo: comida, água potável, roupas básicas e a oportunidade de estudar.

Eu não vou mentir: quando encontrei esse painel e cliquei para retornar ao meu, que consiste basicamente em grifes que eu admiro e trabalhos de design gráfico, eu chorei. A maioria de nós realmente não percebe o quanto temos sorte.

Jan Angevine, uma usuária do Pinterest, comenta na página:

I lived in Asia for a year. The first thing that struck me when I returned ot the U.S. and walked into the Los Angeles airport was that every, single, person wore shoes. I cried.

Eu vivi na Ásia durante um ano. A primeira coisa que me chamou a atenção quando eu voltei para os EUA e entrei no aeroporto de Los Angeles foi que todas as pessoas usavam sapatos. Eu chorei.

Pinterest education

Ami Musa quer educação. Fonte: página no Pinterest de Ami Musa.

Outra usuária, Michelle LeBlanc, escreve:

Great campaign to put all of my “wants” in perspective.

Excelente campanha, me vez redimensionar todos os meus “desejos”.

A Fundação Hilton parabeniza [en] o Unicef do Reino Unido pelo uso criativo do Pinterest:

Congratulations on a really creative use of Pinterest! Hope it wins you even more fans.

Parabéns pelo uso realmente criativo do Pinterest! Esperamos que vocês conquistem ainda mais fãs com isso.

Tom Murphy argumenta [en] que o Pinterest representa um novo mundo a ser desbravado pelas ONGs para conquistar novos públicos:

The pins were sent out at the beginning of September, a point in time that coincided with the developing cholera outbreak in Sierra Leone and Guinea. Each received over 100 repins, over 40 likes and a handful of comments.

Pinterest represents a bit of a brave new world for NGOs to reach newer audiences. There is an opportunity for fundraising because the majority of the audience is quite homogenous. Over 2/3 of Pinterest users are women, roughly half are between 25 and 44 years of age and a quarter have an annual household income above $100k (not really sure how this is calculated). All that adds up to potential donors.

Os pins foram enviados no começo de setembro, um momento que coincidiu com uma epidemia de cólera em Serra Leoa e Guiné. Cada pin recebeu mais de 100 repins, mais de 40 likes e um punhado de comentários.

O Pinterest representa um certo novo mundo para as ONGs que desejam atingir novos públicos. Há uma oportunidade para arrecadar doações porque o público é bastante homogêneo. Mais de 2/3 dos usuários do Pinterest são constituídos por mulheres, a metade delas tem entre 25 e 55 anos e um quarto delas possui uma renda familiar de mais de $100 mil (não tenho muita certeza de como isso é calculado). Tudo isso leva a potenciais doadores.

Marion aan ‘t Goor, do Viral Blog, pergunta, “Campanhas no Pinterest: Eficazes ou Superestimadas?” [en]:

Necessito de comida. Fonte: página no Pinterest de Ami Musa.

The question is, will UNICEF receive more donations, solely by setting up this campaign on Pinterest? Or are they just using the buzz around Pinterest without thinking about what they want to achieve? The “really want these” board contains only 9 pins, the last one dated 2 weeks ago. Some might say UNICEF should keep Ami’s account up to date, by showing followers images of possible improvements of circumstances children like Ami are living in, because of donations made. Others say the possibility for users to repin the photos that are already pinned and virally spread them across the platform makes updating the account with new photos unnecessary.

Either way, all we really know is that awareness was raised among Ami’s 915 followers, because the pins were repinned several hundred times. But is this enough to speak of a successful campaign, despite of the fact UNICEF did not actively involve Facebook or Twitter?

A pergunta é: será que o Unicef vai receber mais doações, apenas criando essa campanha no Pinterest? Ou será que eles estão somente usando o burburinho em torno do Pinterest, sem pensar no que irão atingir? O painel “Realmente Quero Estes” contém apenas nove pins, o último deles data de duas semanas atrás. Alguns poderiam dizer que o Unicef deveria manter a conta de Ami atualizada, mostrando aos seus seguidores imagens de possíveis melhoras nas circunstâncias em que crianças como Ami estão vivendo, graças às doações conquistadas. Outros afirmam que a possibilidade de os usuários repinarem as fotos que já foram postadas e, assim, espalhá-las de maneira viral pela plataforma torna descenessário atualizar a página com novas fotos.

De qualquer forma, tudo o que nós realmente sabemos é que os 915 seguidores de Ami tiveram sua atenção capturada pela causa, pois os pins foram compartilhados centenas de vezes. Mas será que isso é o suficiente para dizer que a campanha foi bem-sucedida, apesar de o Unicef não ter envolvido o Facebook e o Twitter ativamente nela?

Tom Murphy conclui [en] seu post, indagando:

Who is going to truly innovate on the ways that issues are discussed with the public in a manner that is not just a slick repackaging of Live Aid?

Quem vai realmente inovar na maneira como questões sociais são discutidas com o público de um modo que não seja mais uma mera repaginada no Live Aid?