Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Hackathon “Desenvolvendo a América Latina 2012″

[Todos os links levam a páginas em espanhol.]

No ano passado reportamos sobre a realização da hackathon regional “Desarrollando América Latina” (Desenvolvendo a América Latina), organizada pela Fundación Ciudadano Inteligente (Fundação Cidadão Inteligente) em seis países latino-americanos. Este ano decidimos envolver-nos um pouco mais e é com prazer que anunciamos que estaremos a apoiar mais activamente a realização do Desarrollando América 2012:

Durante los días 1 y 2 de diciembre se realizará en 8 países de América Latina, y por 36 horas consecutivas, la segunda versión de “Desarrollando América Latina”. Dicha iniciativa apunta a convocar equipos multidisciplinarios de desarrolladores, diseñadores, periodistas, líderes de proyectos, emprendedores y ciudadanos motivados en encontrar -a través de herramientas tecnológicas- soluciones a problemas transversales de la región.

Durante os dias 1 e 2 de Dezembro realizar-se-á em 8 países da América Latina, e por 36 horas consecutivas, a segunda versão do “Desarrollando América Latina”. Esta iniciativa pretende convocar equipas multidisciplinares de developers, designers, jornalistas, líderes de projectos, empreendedores e cidadãos motivados para a busca de soluções para problemas transversais da região através de ferramentas tecnológicas.

Os países onde se realizará o #DAL2012 são: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Costa Rica, México, Perú e Uruguai. Em cada um destes países existe uma instituição responsável por organizar o evento local: na Argentina, Wingu; na Bolívia, ICPC; no Brasil, W3C; na Costa Rica, GrupoInco; no Chile, Fundación Ciudadano Inteligente; no México, Fundar, Citivox, e SocialTIC; no Perú, Escuelab; e no Uruguai, Data.

Entre as temáticas ou tracks definidas para as aplicações a serem desenvolvidas, encontram-se a saúde, educação, segurança cidadã, gastos do estado, pobreza, meio ambiente, e mais. O blog de tecnologia Fayerwayer indica:

Cada país trabajará en base a temas de relevancia que podrán elegir, para crear aplicaciones que apunten a resolver esos problemas. Los participantes tendrán a su disposición acceso a datos abiertos de gobiernos, instituciones, ONG y más, que pueden usar para su desarrollo.

Cada país trabalhará com base em temas de relevância eleitos, para que sejam criadas aplicações que indiquem a resolução destes problemas. Os participantes terão à sua disposição o acesso a dados abertos de governos, instituições, ONGs e outros, que podem usar para o seu desenvolvimento.

Aurora Moreno no site Applicantes explica a motivação para realizar este evento:

Por un lado, su objetivo es llamar la atención de la ciudadanía para que sean conscientes de la utilidad de los datos que sus gobiernos ofrecen de forma digital; por  otro, esperan que sea un impulso para emprendedores de distintos países y áreas, que puedan conocerse, interactuar entre ellos y generar nuevas ideas en conjunto.

Por um lado, o objectivo é chamar a atenção dos cidadãos para que estejam conscientes da utilidade dos dados que os seus governos oferecem de forma digital; por outro lado, espera-se que [o evento dê] um impulso para que empreendedores de diferentes países e áreas possam conhecer-se, interagir entre eles e gerar novas ideias em conjunto.

As inscrições para as equipas já estão abertas, e agora é uma questão de aguardar que programadores web, designers gráficos, web masters, gestores de projecto, jornalistas, especialistas em temas sociais e pessoas de outras especialidades se animem e se juntem em equipas nos seus países para que participem. Para mais informação visitem as seguintes secções do site #DAL2012: O que é DAL?, Mas o que é uma hackathon?, E que são dados abertos?, O que é uma “un-conference”?, FAQs, Perguntas Frequentes e Regulamento.

E se isto não é suficiente para vos animar a participar, não se esqueçam que haverá prémios locais e regionais para as melhores aplicações desenvolvidas, com montantes que chegam até aos $2,000USD. No mais, a organização procurará que as apps vencedoras continuem o seu desenvolvimento para que sejam aplicadas e replicadas na região. Como prémio regional também está prevista mentoria com a comunidade Random Hacks of Kindness dentro do seu programa Sustainability Project.

Em breve traremos mais novidades sobre isto, bem como ideias e inspiração para os vossos projetos!