Fechar

Faça uma doação para manter o Global Voices no ar!

Cobrimos 167 países. Traduzimos em 35 idiomas. Somos o Global Voices.

Somos mais de 800 colaboradores trabalhando juntos em todo o mundo para oferecer aos nossos leitores notícias que são difíceis de encontrar em veículos tradicionais. Não podemos, porém, fazer tudo isso sozinhos. Embora a maioria de nós seja voluntária, ainda precisamos de sua ajuda para apoiar os nossos editores, tecnologias, projetos de extensão e defesa de direitos online, além dos eventos de nossa comunidade.

Doe agora »
GlobalVoices em Leia mais »

Afeganistão: Estudante de Ensino Médio Descobre Fórmula Matemática

Se você não está acostumado a ler histórias de sucesso sobre educação no Afeganistão, aqui há uma totalmente diferente. No dia 30 de junho de 2012, o Centro de Ciência de Cabul anunciou [en] que Khalilullah Yaqubi, um estudante do ensino médio da província de Gazni [es], havia descoberto, por meios próprios, uma fórmula que pode ser usada para resolver equações de segundo grau com uma incógnita. Khalilullah é estudante do 2º ano do esnino médio no instituto Al-Beruni de Nawabad, na periferia da cidade de Gazni.

Sobre a fórmula, Khalilullah disse [en]:

I have not seen this formula before in any book. Neither I have used any source, nor cheated from Internet. This is all my efforts. Through this formula we can solve the problems of degree of equations (sic).

Não havia visto jamais esta fórmula em livro nenhum. Não utilizei nenhuma fonte nem pesquisei na internet. Tudo é fruto do meu esforço. Com esta fórmula, pode resolver o grau das equações(sic).

Alguns usuários do Twitter receberam a notícia como uma prova das melhorias nos sistemas educativo afegão. Mulex, por exemplo, twitou [en]:

Wow! Amazing news from Afghanistan. Sign of progress in their education system.

Uau! Notícias surpreendentes do Afeganistão. É um sinal de progresso no seu sistema educacional.

Outro usuário do Twitter, Jasus Ashurov (um nômade sedentarizado da Ásia Central), escreveu [en]:

You don't always get positive news from #Afghanistan. This why I've been so happy to read this.

Não é sempre que nos chegam notícias positivas do #Afghanistan (Afeganistão). Por isso, me alegrei bastante ao ler isto.

E, parafraseando um cientista e poeta russo, ele adicionou [ru]:

…и может собственных Ньютонов и быстрых разумом Платонов земля афганская рожать…

…a terra afegã pode dar ao mundo seus própios Newtons e Platões sábios…

O êxito do estudante destaca-se especialmente por sobre a difícil situação que existe no sistema educacional da província de Gazni. Alguns membros e simpatizantes do movimento Talibã já fecharam muitas escolas na província. Contudo, cerca de 400 habitantes de um dos distritos da província se mobilizaram recentemente em oposição [en] ao grupo fundamentalista e conseguiram reabrir 81 das 83 escolas da área.

Em termos gerais, aconteceu uma melhora no setor da educacional afegão desde a retirada do Talibã em 2001. Foram construídas [pdf, en] 5.000 escolas em todo o país desde 2003. Muitas delas, todavia, carecem de instalações modernas para o ensino e enfrentam a escassez de professores qualificados. Além disso, muitas garotas estudantes têm sido atacadas [en] por fundamentalistas que se opõem à educação de mulheres no país.

Dilawar Sherzain, do periódico afegão Outlook Afghanistan, descreve [en] o sistema educacional afegão dessa forma:

Our country Afghanistan is one of the countries where proper attention has not been paid to education sector. One of the basic reasons has been the continuous instability overwhelming the society. The wars and conflicts – national, regional and international – that have been using Afghan land as their theater have made the development in social and educational fields suffocate to a large extent. Starting from Soviet invasion in 1979, one can count myriads of tussles and disturbances hampering the establishment of satisfactory education system. The problems, more basic in nature, have been the focal point of people's concentration rather than the education system.

Afeganistão é um dos países que não prestou atenção adequada ao setor educacional. Uma das principais razões foi a contínua desestabilidade que oprime a sociedade. As guerras e os conflitos (nacionais, regionais e internacionais) que utilizaram as terras afegãs como seu cenário fizeram que o desenvolvimento dos campos sociais e educacionais em grande medida fossem asfixiados. Se lembrarmos a invasão soviética de 1979, podemos contar milhares de lutas e distúrbios que dificultaram a instauração de un sistema educativo satisfatório. O sistema educativo não foi o foco de concentração destas pessoas, mas sim os problemas mais básicos.

Apesar de todas estas dificuldades, muitos afegãos conseguem uma boa educação, algumas vezes de forma autodidata. Em dezembro de 2011, outro talentoso morador de Gazni, sem ter tido ferramentas especiais ou treinamento, fez voar [en] um avião que ele mesmo construiu com peças de riquixá e um carro Toyota usado que tinha em seu jardim.

Alexander Sodiqov contribuiu com este artigo.

Regiões do mundo

Países

Línguas