Fechar

Faça uma doação para manter o Global Voices no ar!

Cobrimos 167 países. Traduzimos em 35 idiomas. Somos o Global Voices.

Somos mais de 800 colaboradores trabalhando juntos em todo o mundo para oferecer aos nossos leitores notícias que são difíceis de encontrar em veículos tradicionais. Não podemos, porém, fazer tudo isso sozinhos. Embora a maioria de nós seja voluntária, ainda precisamos de sua ajuda para apoiar os nossos editores, tecnologias, projetos de extensão e defesa de direitos online, além dos eventos de nossa comunidade.

Doe agora »
GlobalVoices em Leia mais »

Graffiti Latino-Americano e Arte Urbana: Online e nas Ruas

Em janeiro de 2010, a colaboradora do Global Voices Issa Villarreal [en] escreveu uma série de três partes sobre arte urbana e graffiti na América Latina intitulada “Graffiti and Urban Art: Voices from Latin American Streets” (I, II e III [en]). Desde então, blogueiros têm dado prosseguimento à cobertura desta forma alternativa de arte que desfruta de forte presença na região.

A blogueira boliviana Patricia Vargas (@arquitecta no Twitter) visitou o Chile no início deste ano e testemunhou o vibrante movimento de arte urbana do país. Ela divide imagens e reflexões num post como convidada para o blog Bitácora Salinasanchez [es]:

El arte urbano contemporaneo encuentra en Chile una gran galería de “arte para todos” ubicando grandes obras en varias ciudades y espacios públicos.

Según Hervé Chandès, curador de arte contemporáneo, afirma que el graffiti tiene mucha resonancia en Chile debido a los fuertes movimientos de protesta que vieron en los muros un soporte para hacer denuncias.

A arte urbana contemporânea encontra, no Chile, uma grande galeria de “arte para todos” publicando grandes obras em várias cidades e espaços públicos.Segundo Hervé Chandès, curador de arte contemporânea, o graffiti tem muita ressonância no Chile devido aos fortes movimentos de protestos que viram nos muros um meio de fazer denúncias.

Patricia ressalta vários centros de arte urbana em Santiago, como o bairro Bellavista [es]:

Bellavista, Santiago, Chile. Foto de Patricia Vargas, usada com permissão

Bellavista, Santiago, Chile. Foto de Patricia Vargas, usada com permissão

Ela também compartilha imagens de arte urbana em Valparaíso, na costa chilena:

Valparaíso, ciudad portuaria de particular arquitectura, con una topografía llena de sorpresas donde el patrimonio y el abandono juegan un papel importante creando un hito a nivel mundial en el arte urbano, convirtiéndose en una galería internacional, es la Meca del graffiti, donde los rincones y recovecos menos pensados han sido apropiados por artistas locales y foráneos. Valparaíso es un juego de sensaciones visuales que te permite crear nuevos imaginarios de diferentes estéticas que van desde la consigna política, el punk hasta el humor.

Valparaíso, cidade portuária de arquitetura particular, com uma topografia cheia de surpresas onde a herança, o patrimônia e o abandono têm um papel importante, criando um marco histórico a nível mundial na arte urbana, tornando-se numa galeria internacional, é a Meca do graffiti, onde  os mais inesperados cantos e brechas foram apropriados por artistas locais e estrangeiros. Valparaíso em um jogo de sensações visuais que permite que você crie novos imaginários de diferentes estéticas que vão desde frases políticas, o punk até o humor.

Valparaíso, Chile. Foto de Patricia Vargas, usada com permissão

Valparaíso, Chile. Foto de Patricia Vargas, usada com permissão

Juan Arellano [en], editor do site Lingua em espanhol do Global Voices Online, recentemente blogou [es] sobre graffiti em Iquitos, Peru, na floresta Amazônica. Juan explica que o Peru geralmente não é amigável frente ao graffiti; as autoridades ou os proprietários das paredes rapidamente se livram deles. Ele ficou, portanto, surpreso quando ele viu alguns graffitis intocados na cidade de Iquitos, durante sua última visita.

Arte urbana em Iquitos, Peru. Foto de Juan Arellano

Iquitos, Peru. Arte urbana por Sose. Foto de Juan Arellano

Na mesma postagem, Juan compartilha a história de Sose, um jovem artista urbano. Sua história reflete as lutas que muitos artistas urbanos enfrentam pela região:

Sose fue protagonista de un bochornoso hecho en días recientes: mientras realizaba un mural en una de las calles de Iquitos fue golpeado y detenido como delincuente por miembros del serenazgo de la ciudad quienes lo llevaron a la comisaría, quitándole además sus sprays y bocetos de dibujo. A raíz de esto el Director Regional de Cultura declaró su preocupación por el exceso de fuerza aplicado y pidió comprensión a las autoridades municipales pues estos artistas ayudan a embellecer la ciudad.

Sose foi protagonista de um evento embaraçoso recentemente: enquanto fazia um mural em uma das ruas de Iquitos, foi espancado e detido [es] como um criminoso por membros da polícia municipal que o levaram à delegacia de polícia, e tomaram, também, seus sprays e seus rascunhos. Após este acontecimento, o Diretor Regional de Cultura declarou [es] sua preocupação a respeito do excesso de força aplicada e pediu compreensão às autoridades municipais pois estes artistas ajudam a embelezar a cidade.

Juan também sublinhou como o graffiti é usado como uma forma de protesto nesta foto:

"Iquitos ruge por água". Foto de Juan Arellano

No Facebook é possível achar diversas páginas dedicadas à arte urbana na América Latina, como La Argentina Graffitera [es], que posta imagens, informações e encoraja os usuários a compartilharem fotos de arte urbana na Argentina.

O blog Muro Rebelde [es] do colaborador do Global Voices Pablo Andrés Rivero é frequentemente atualizado com videos e imagens de arte urbana. Pablo postou [es] o seguinte vídeo sobre o trabalho das artistas argentinas Brenda e Maria Eugenia, que “procura deixar uma pegada ecológica e muitas cores em espaços abandonados”

Em outra postagem [es], Pablo compartilha um vídeo sobre o trabalho da artista equatoriana Carla Sanchez, conhecida como Budoka:

Você pode seguir os trabalhos de Budoka pelo seu website, Flickr ou Facebook.

Finalmente, Muro Rebelde mostra [es] o trabalho do artista paraguaio Oz Montanía, que se juntou a outros grafiteiros para criar um mural em homenagem ao escritor Augusto Roa Bastos:

Mural em homenagem ao escritor Augusto Roa Bastos. Foto de http://www.dementesx.com/ (CC BY-NC-SA 3.0)

Regiões do mundo

Países

Línguas