Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Brasil: Maria Rita Homenageia Mãe em Turnê “Viva Elis”

Trinta anos após a morte de uma das mais emblemáticas intérpretes da música brasileira, Elis Regina, a sua filha Maria Rita, com 10 anos de carreira e mais de 1 milhão de discos vendidos, subiu aos palcos para interpretar pela primeira vez as mesmas músicas que sua mãe cantava. As apresentações gratuitas deram-se na turnê “Viva Elis”, que passou por cinco capitais brasileiras: Porto Alegre, Recife, Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro, encerrando no simbólico dia das mães, no dia 13 de maio. O assunto chegou aos Trending Topics do Twitter no Brasil e no mundo.

Elis Regina, conhecida como “Pimentinha” por causa de seu temperamento, tinha uma intensa e marcante presença de palco, sua marca registrada. A cantora ficou conhecida com a música “Arrastão“, de Vinicius de Moraes e Edu Lobo, vencedora do importante Festival de Música Popular Brasileira de música da TV Excelsior, em 1965.

Foto divulgada pelo usuário do instagram @rocharonald

Foto do show em São Paulo divulgada pelo usuário do instagram @rocharonald

Justamente pela sua importância na música brasileira, Elis deixou um legado de fãs saudosos por sua voz. Quando Maria Rita surgiu, com um timbre de voz  parecido, as comparações foram inevitáveis. A filha caçula, contudo, escolheu fazer uma carreira à margem de sua mãe: não havia cantado até então músicas já interpretadas por Elis.

Jéssica Rodrigues, do blog Portal Maria Rita, conta como foi a fervorosa reação da plateia de Belo Horizonte:

A platéia se divide ao longo do show em participar ativamente, cantando, vibrando e empolgando e em outros momentos, a serem meros espectadores, silenciando para contemplar as obras como sinal de devoção, tamanha a genialidade e emoção.

Os shows parecem ter proporcionado um encontro de gerações através de um variado público de fãs, tanto de Elis Regina, quanto de Maria Rita. Em São Paulo, Maria Rita disse que foi pela música que pode conhecer melhor sua mãe, que morreu quando a filha tinha quatro anos. O mesmo aconteceu com outros fãs de Maria Rita, que passaram a conhecer o trabalho de Elis pela voz da filha, como mostra Carlos Santos:

Seu objetivo foi alcançado. Hoje na fila aqui em BH [Belo Horizonte], tinha fãs seus,que estão conhecendo melhor sua mãe. Graças a você. Parabéns!

Fefeu, do blog Clube da MPB, informa que o mesmo aconteceu em São Paulo:

A diversidade do público presente tornou o ambiente ainda mais bonito e agradável. Fãs de Elis, pertencentes a antigas gerações, os quais tiveram importantes passagens de suas histórias marcadas por canções alegres ou tristes interpretadas por ela, sentiram-se ainda mais emocionados quando Maria Rita entrou em cena explicitando expressões corporais, trejeitos, coreografia e timbre muito próximos aos de sua mãe. Foi como voltar no tempo.

Fotos feitas pelos fãs também inundaram as redes socias nos últimos meses. Dudinha Sales compartilhou uma imagem que ilustra a multidão que compareceu ao show em Recife:

Foto de Dusa Sales (@mdudasales_) tirada em Recife e partilhada pelo Twitter

Foto de Dusa Sales (@mdudasales_) tirada em Recife e partilhada pelo Twitter

Carol Mendonça captou a energia do show de Maria Rita em São Paulo:

Maria Rita canta Elis em São Paulo. Foto de Carol Mendonça no Flickr (usada com permissão)

Maria Rita canta Elis em São Paulo. Foto de Carol Mendonça no Flickr (usada com permissão)

Além de textos e fotos, fãs de Maria Rita e Elis regina fizeram vídeos dos shows. Uma busca com as palavras “Maria Rita Elis Regina” mostram dezenas de gravações. O usuário “smaila”, no You Tube, postou um momento que Maria Rita fala da relação entre entre ela e as músicas de sua mãe.