Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

China: Veto do Conselho de Segurança da ONU a Projeto de Resolução Sobre Síria Provoca Apoios e Lamentos

Este artigo é parte de nossa cobertura da Revolução na Síria 2011/12. [en]

Parece que Rússia e China votaram com seus próprios interesses no dia 4 de fevereiro, na controversa oposição ao projeto de resolução [en] no Conselho de Segurança da ONU, que clama para que o presidente da Síria, Bashar al-Assad, pare com as mortes em seu país, que é uma versão de projeto anterior, que pedia a saída de Assad do poder.

A China justificou a sua decisão de vetar o projeto de resolução dizendo que quer promover a paz na Síria, e a Rússia afirma que espera por uma solução diplomática para resolver o conflito no país. David Dayne, escritor do FireDogLake indica [en]: “O fato de que a Rússia fornece armas para as forças de segurança sírias claramente pesou na votação de hoje”.


A embaixadora dos EUA na ONU, Susan Rice, confrontando Li Baodong, da China. Imagem do site Weibo

A agitação no país já resulta em cerca de 7.000 mortes desde março do ano passado, com mais de 200 pessoas que perderam suas vidas somente na semana passada [en].

Hu Xijin, editor-chefe do tablóide Global Times, da People's Daily, fez hoje o que talvez seja uma das afirmações mais contundentes de apoio à decisão da China de vetar o projeto de resolução, o que lhe colocou sob fogo pesado com a chegada de comentários. Ofendido com o divulgado “desgosto” de Susan Rice com o voto da China, Hu a confunde [zh] com Condoleezza Rice, mas também escreve:

美国代表不点名批评中俄“出卖了叙利亚人民的意愿”。骂去好了。美国多次在安理会涉以色列提案表决时搞“一票否决”,这次中俄是“两票否决”。叶利钦当年说的好:只要中俄联手,美国无论捣鼓什么,“都是手淫”。赞呵。

A representante americana criticou a China e a Rússia por sua “traição” ao povo sírio. Que seja. Os EUA vetaram uma série de proposições do Conselho de Segurança sobre Israel com o voto deles apenas. O “veto” da Rússia e da China foi feito com dois votos. Yeltsin disse melhor: Enquanto China e Rússia ficarem juntas, o máximo que os EUA podem fazer é brincar sozinhos. Ótimo.

Quase como uma resposta, o escritor Ran Yunfei [e] em seguida escreveu:

一个政府做一次错事可以原谅,不可原谅的是把做错事当成事业。我不是个民族主义者,但百年来的历史证明,中国与俄国的联手从来都没有对过。

Um governo pode ser perdoado por cometer um erro, mas torna-se imperdoável quando os erros se tornam um legado. Não sou um nacionalista, mas cem anos de história têm provado que China e Rússia nunca fizeram algo correto quando estão juntas.

Um comentarista “verificado” no Sina Weibo [zh] escreveu no domingo de manhã, no horário de Pequim, que Rússia e China deveriam ser removidas do Conselho de Segurança, e a China deveria ser substituída por Taiwan; esse post foi rapidamente apagado.

Perdão, mundo, perdão, Síria, nós chineses temos um governo maldoso.Michael Anti [en], no Twitter.

O horrendo vídeo abaixo [AVISO: IMAGENS FORTES], supostamente do massacre nesta quinta-feira (02/fev) em Homs, ainda não foi deletado e reuniu centenas de comentários de todas as páginas onde está hospedado. No Sina Video, onde está hospedado no momento, o comentário mais recente diz:

尼玛的我们国家在干什么鸟呀

Droga, que diabos nosso país está fazendo?

Este artigo é parte de nossa cobertura da Revolução na Síria 2011/12. [en]