Fechar

Faça uma doação para manter o Global Voices no ar!

Cobrimos 167 países. Traduzimos em 35 idiomas. Somos o Global Voices.

Somos mais de 800 colaboradores trabalhando juntos em todo o mundo para oferecer aos nossos leitores notícias que são difíceis de encontrar em veículos tradicionais. Não podemos, porém, fazer tudo isso sozinhos. Embora a maioria de nós seja voluntária, ainda precisamos de sua ajuda para apoiar os nossos editores, tecnologias, projetos de extensão e defesa de direitos online, além dos eventos de nossa comunidade.

Doe agora »
GlobalVoices em Leia mais »

Taiwan: A Busca Solitária dos Manifestantes Antinuclear

Uma quarta usina nuclear está  atualmente em construção [en] em Taiwan, na cidade de Gongliao, apenas 40 km distante da capital Taipé.

Em 1988, oito anos após a companhia de energia de Taiwan ter decidido construir uma usina, moradores de Gongliao fizeram a primeira reunião do que se tornou depois uma organização antinuclear. Em 1994, eles ainda realizaram o seu próprio referendo [zh], que revelou que 96% deles eram contrários à construção da usina.

No entanto, o governo ignorou essas as opiniões e tomou medidas para suprimir essas vozes.

A protest against Taiwan's fourth nuclear power plant in 2010. Image by Alvin Chua (CC BY 2.0).

Um protesto contra a quarta usina nuclear em 2010. Imagem de Alvin Chua (CC BY 2.0).

Em 1991 [zh], depois de manifestantes colocarem uma espécie de barreira na terra que seria destinada à futura usina nuclear, a polícia tentou derrubá-la.

10月3日,因警方違反協議拆除棚架並毆打自救會會長引爆激烈衝突,衝進圍籬的箱型車因撞到柱子翻倒而意外壓死一名保警,史稱1003事件。郝柏村內閣趁勢聯合媒體抹黑自救會和支持反核者,開車的反核義工林順源被判無期徒刑、自救會執行長高清南被判十年徒刑。

No dia 3 de outubro [1991], houve um sério confronto depois que a polícia violou um acordo feito previamente e derrubou prateleiras, batendo no presidente da organização “anti-nuke” [nuclear]. Um policial foi acidentalmente assassinado depois que um motorista bateu num pilar e capotou o carro. Isso foi chamado mais tarde de incidente 1003. Depois do acidente, o governo local instigou a mídia a desacreditar na organização antinuclear e seus apoiadores. O Motorista, Shun-Yuan Lin (林順源), que era um voluntário da organização antinuclear, foi declarado culpado e condenado à prisão perpétua. Além disso, o CEO [Chefe Executivo] da organização, Ching-Nan Gao (高清南) foi condenado a dez anos de prisão.

Em 1999, depois do Conselho de Energia Atômica aprovar a licença de construção da quarta usina nuclear, o governo revogou os direitos de pesca [zh] de moradores de Gongliao sem aviso prévio. Os cidadãos locais se recusaram a receber a compensação [zh] oferecida pelo governo e foram para a sede do Executivo de Yuan [en] protestar contra a decisão.

憤怒的漁民把經濟部逕自撥給漁會的兩億多元補償金支票立刻退回,集結到立法院門前高喊:「還我漁業權!」「我們要給子孫代代吃,不是要給我們吃而已!」

Depois que o ministro para assuntos econômicos enviou cheques para a organização local de pesca, pescadores irritados enviaram de volta os cerca de NT$ [Novo Dólar Taiwan] 200 milhões (US$ 6.78 milhões) num outro cheque. Eles se reuniram em frente ao Legislativo de Yuan e gritavam, ‘devolvam os nossos direitos de pesca'. ‘Nós exigimos que nossas futuras gerações, não somente a nossa, possam ter algo para comer'.

Em 2000, esses ativistas antinuclear se viram numa montanha russa depois que o candidato do Partido Democrático Progressista foi eleito. O partido decidiu suspender a construção da quarta usina nuclear. No entanto, por causa de conflitos políticos [zh] entre o partido do governo e o partido de oposição que não encontravam resolução, o ‘cancelamento’ em si foi anulado em 2001:

亞洲金融風暴的後座力到2001年在台爆發,佔立法院多數席次的國民黨把經濟衰退的帳「理所當然」地推給核四停建,民進黨則反手把黑鍋推給貢寮鄉民

A economia de Taiwan foi influenciada pela crise financeira asiática em 2001. O Kuomingtang, o partido majoritário do Legislativo de Yuan, alegou que a suspensão da quarta usina nuclear poderia ser ‘possivelmente’ a responsável pelos problemas econômicos. Do outro lado, o Partido Democrático Progressista afirmou que os residentes deveriam assumir a responsabilidade pela suspensão da usina.

Depois de mais de 20 anos de protestos contra a usina nuclear, a construção foi retomada, deixando moradores com medo e sem esperanças [zh]:

「看核電廠距離我家那麼近,當然馬ㄟ驚啊!」坐在澳底仁和宮前看年輕人表演的貢寮老人嘆氣說,但都快要蓋好了,你能拿政府怎麼辦?

Um idoso estava sentado em frente ao templo em Aodi e assistiu ao desempenho dos jovens (de NONUKE [zh]). Ele suspirou, ‘Claro que estou assustado pelo fato de a usina estar bem perto de minha casa. Entretanto, a construção está prestes a terminar. O que podemos fazer com o governo agora?’

No Japão, também há manifestantes solitários fazendo oposição às usinas nucleares de lá. Os residentes (menos de 500) em Iwaishima (祝島) [zh] têm protestado contra a usina nuclear local por mais de 28 anos:

儘管平均年齡已65歲,這群阿伯阿母、阿公阿嬤仍不放棄對抗蠻橫的國家機器,「我們不想千年流傳下來的海被污染」。

Embora a média de idade desses manifestantes seja de mais de 65 anos, esses idosos não desistiram de protestar contra o ultrajante governo. Eles dizem, ‘O mar nos tem sido repassado por nossos ancestrais por milhares de anos. Nós não queremos vê-lo poluído.’
Protest against the fourth nuclear power plant in 2010. Image by Alvin Chua (CC BY 2.0).

Protesto contra a quarta usina nuclear em 2010. Imagem de Alvin Chua (CC BY 2.0).

Depois do maior terremoto registrado na história do Japão, que aconteceu este mês, houve preocupação [en] sobre o tipo de combustível usado no reator da unidade 3, da usina nuclear mais danificada do país, a Fukushima:

Largely absent from most mainstream media reports on the Fukushima Daiichi nuclear disaster is the fact that a highly-dangerous ‘mixed-oxide’ (MOX) fuel is present in six percent of the fuel rods at the plant's Unit 3 reactor.

Praticamente inexistente na maioria dos relatos da mídia local sobre o desastre nuclear de Fukushima Daiichi, é o fato de que  uma ‘mistura de óxidos’ (MOX) altamente periculosa está presente em seis por cento  das barras de combustível do reator 3 da unidade.

No entanto, muitas pessoas não sabem que seis meses atrás, um grupo de pessoas preocupadas [jp] com a usina nuclear de Kukushima, formado por idosos japoneses (福島老朽原発を考える会), viajou a caminho de Tóquio para protestar contra a companhia de energia elétrica de Tóquio e o uso do combustível MOX [en]:

運転開始34年の老朽炉に10年以上前の古い燃料を使うという無茶をするのに、県民への説明は一切なしというのはどういうことか。

Eles estão extrapolando a fazer uso desse óleo combustível velho, de dez anos atrás, num reator já antigo, de 34 anos, e não há explicações para os residentes do lugar. O que é isso?

止まらぬ燃料漏えいへの対処、電源喪失事故の原因究明、格納容器の耐震強度問題等々、危険なプルサーマルの前に東電には対処すべきことが山積している。東電にプルサーマル炉の運転を任せることなどとてもできない。

Encontrar um caminho para acabar com o contínuo vazamento de óleo, investigar a causa do incidente, resolver as questões a respeito da resistência a terremotos dos vasos de contenção, etc, a companhia de energia elétrica de Tóquio tem bastante coisas a fazer antes de implementar um reator térmico de plutônio. É um escândalo permitir que a TEPCO opere um reator térmico de plutônio.

Roodo, blogueiro de Summerlake, depois de ver as fotos [zh] do protesto de idosos, disse:

孤單的幾個人站在熱鬧的街頭上,顯得突兀,沒有媒體願意傾聽,沒有社會大眾願意相信,他們微弱而真實的聲音。貢寮鄉親在台北城街頭的身影,突然那麼令人難過。大家在哪裡?

Os solitários manifestantes estavam parados em meio às movimentadas ruas. Eles pareciam indiferentes à cidade. Não havia mídia para escutá-los. Ninguém disposto a acreditar nas fracas, porém sinceras vozes. As imagens dos moradores de Gongliao nas ruas da cidade de Taipé de repente me deixaram muito triste. Onde estão as outras pessoas?
Agradecimentos a Hanako Tokita pela tradução japonês-inglês.
  • http://rememorabilia.wordpress.com/ João Miguel D. de A. Lima

    O acidente em Fukushima também fez despertar uma maior oposição à energia nuclear aqui no Brasil. O governo tem como meta a construção de outras unidades da usina nuclear de Angra dos Reis. Houve uma manifestação de estudantes no Rio (http://brasilatual.com.br/sistema/?p=3894), o Greenpeace também fez um ato, e está rolando uma petição na internet.

Regiões do mundo

Países

Línguas