Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Mandato de Prisão contra Omar al-Bashir: “Só conversa e mais conversa…”

A Corte Criminal Internacional (CCI) [En] expediu um mandato de prisão [En] contra o presidente sudanês Omar al-Bashir, na quarta-feira [04/03/2009] tornando-o o primeiro chefe de estado em atividade a ser acusado por crimes de guerra e crimes contra a humanidade. As denúncias têm como base o conflito em Darfur. Nesta postagem, damos uma olhada nas opiniões e pensamentos de blogueiros sudaneses. Alguns blogueiros adotam a postura de “esperar para ver” enquanto que outros argumentam que as experiências passadas mostram que nada de fato irá acontecer. “Você dança e fala alto… só fala e fala…,” escreve Ras Babi. Um blogueiro avisa que Omar al-Bashir não será aprisionado de maneira forçada pelos governos do Ocidente e portanto, desde que “ele fique em casa” estará a salvo. Um outro torce para que o “entretenimento” inicie.

Mimz pede às pessoas que vivem no Sudão [En] para parar com o pânico porque “o cenário mais provável em, minha opinião, é que nada aconteça!” e “o Egito não precisa de ainda mais gente se aglomerando por lá.”

Either the country is turned upside down, or all our problems are dissolved (hiiiiighly unlikely) or, the most likely scenario in my opinion, nothing happens!
So please, Sudanese citizens, those of you living in Sudan… stop panicking! And stop packing your bags! I know so many people who are actually gone by now because they are afraid of what might happen if the warrant is issued. I'm telling you, Egypt doesn't need any more people crowding it!
Nothing is going to happen, and no I am not in denial, I am just thinking of the most reasonable sequence of events. You will not be attacked in your own home, you will not lose all your valuable posessions and you will not find a loved one dead outside your house. Don't be so overdramatic!

De duas, uma: ou o país fica de cabeça para baixo, ou todos os nossos problemas estarão resolvidos (aaaaltamente improvável); mas o cenário mais provável, na minha opinião, é que nada aconteça!
Então, por favor cidadãos sudaneses, aqueles dentre vocês que vivem no Sudão… parem de entrar em pânico! E parem de fazer as malas! Sei de tantas pessoas que, de fato, já se foram porque estão com medo do que possa vir a acontecer se o mandato é expedido. Asseguro-lhes, o Egito não precisa de mais ninguém lotando seu espaço!

Nada irá acontecer e, não, eu não estou num estado de negação, estou simplesmente pensando na sequência mais provável de eventos. Vocês não serão atacados em sua própria casa, vocês não perderão todos os seus ricos pertences e vocês não encontrarão uma pessoa amada morta na porta de sua casa. Não sejam tão exageradamente dramáticos!

O Sudanese Thinker inicia um “open thread”  para discutir a decisão da CCI.[En] Termina sua postagem dizendo, “Que deem início ao entretenimento”:

Dear fellow Sudanese bloggers, drop a link to your own blog post on the matter in the comments section so that it will get noticed by the media. I’ve got a number of journalists emailing me, and they’re all interested in hearing what we Sudanese bloggers have to say about this.
Everyone else, share your thoughts, if any. This is potentially history in the making. Meanwhile, I’m gonna go find me some pop-corn.
Let the “entertainment” begin!

Caros colegas, blogueiros sudaneses, coloquem um link em seu blog post sobre a questão na seção de comentários de tal forma a ser notado pela mídia. Há um bom número de jornalistas me enviando emails, e todos estão interessados em saber o que nós, blogueiros sudaneses, temos a dizer a esse respeito.
Quanto a todos os demais, compartilhem seus pensamentos, quando houver. Isto é, potencialmente, o fazer história. Enquanto isso, sairei a cata de pipoca.
Que deem início ao “entretenimento”!

O Sudanese Optimist diz, simplesmente, [En] “Imagino.. por que o John Garang teve que morrer?”

Dying In the Dust inicia sua postagem [En] imaginando se isto poderia ser o começo do fim. O blogueiro acha que al-Bashir estará seguro “desde que permaneça dentro de casa”:

Could this be the beginning of the end? Today, the International Criminal Court at the Hague issued an arrest warrant for Sudanese President Omar Hassan al-Bashir for a five-year campaign of violence in Darfur. This is the first time a sitting head of state is charged for war crimes under this international tribunal.

It will be very interesting to see how this plays out in the world, in Sudan and especially, in the villages of Darfur. Here are two initial questions I have:
*Will it be enough? It’s only a warrant for an arrest and Sudan is not likely to simply hand over their head of state. No Western government will support going in an forcibly removing Bashir – so as long as he stays home, he is probably safe. However, will the international pressure and bad publicity drive Bashir to reform his ways? I want to say yes for the sake of my friends and their families who are suffering, but history doesn’t support hope in this case.
*Will Darfur get a backlash? How will Bashir and tribes loyal to him respond? I know they will lash out against the ICC and Western “colonial” powers – but I worry that there will also be retaliation against the men, women and children of Darfur in the form of even greater violence and suffering. The UN is already warning its people to be extra careful in the next few days. Can the AU troops protect the millions of refugees?

Seria tal episódio o começo do fim? Hoje, a Corte Criminal Internacional em Hague emitiu um mandato de prisão contra o Presidente sudanês Omar Hassan al-Bashir por sua campanha de cinco anos de violência em Darfur. Esta é a primeira vez que um chefe de estado no poder é acusado de crimes de guerra neste tribunal internacional.

Será muito interessante ver como este episódio enfrentará as reações no mundo, no Sudão e particularmente nos vilarejos de Darfur. Aqui vão duas questões para dar início:
*Será o bastante? Trata-se apenas de um mandato de prisão e o Sudão, é provável, não irá simplesmente entregar seu chefe de estado. Nenhum governo ocidental dará apoio à ação de ir lá e remover Bashir à força – sendo assim, desde que permaneça recolhido em casa, é provável que esteja seguro. No entanto, a pressão internacional e a publicidade negativa levarão Bashir a reformar sua atitudes? Gostaria de acreditar que sim, por consideração a meus amigos e suas famílias que estão sofrendo, mas a história não permite esperança neste caso.
*Terá, Darfur, que enfrentar um retrocesso? Como Bashir e as tribos a ele fiéis irão reagir? Sei que irão revoltar-se contra a CCI e os poderes “coloniais” ocidentais – mas me preocupo com a retaliação que se seguirá contra os homens, as mulheres e as crianças de Darfur na forma de violência e sofrimento ainda maiores. As Nações Unidas já estão alertando seu pessoal para que sejam ainda mais cuidadosos nos próximos dias. Será que os soldados da AU irão conseguir proteger os milhões de refugiados?

Ras Babis dá voz a seus pensamentos num poema [En] no qual diz que não acredita em leis internacionais e que “…quando se trata de um homem como al-Bashir/você dança e fala alto/sem ação/sem justiça/somente conversa e mais conversa/pelo sudanês…” Começa seu poema com uma citação de al-Bashir mandando a CCI engolir o mandato de prisão contra ele:

Omar alBashir says
ICC can eat his arrest warrant
he smiled and danced
thousands of his supporters with him
he said the warrant does not
worth the ink it was written with
………
Do you remember Sudan…
how your generals with support of al-Turabi
hanged a great master in your land?
Mohmoud Mohamed Taha was a master
Oh Sudan
Oh my beautiful Sudan
thousands of differences are there between
a master and a killer
….
in this world we live in and on of contraditions and injustice
it is easy to judge a simple man
a real hero
or anyone of us
the laws are made to control the masses
and protect the powerful ones
I became a no believer
I do not believe in your international laws
….
who killed Che Guevara?
who killed Lumumba?
and who killed Taha?
it was you international law
that is why
when it comes to a man like alBashir
you dance and loudly talk
no action
no justice
just talk and talk
for the Sudanese….

Diz o Omar alBashir
a CCI pode engolir seu mandato de prisão
ele sorriu e dançou
milhares de seus fãs junto com ele
ele disse que o mandato não
vale a tinta com o qual foi escrito

Você se lembra, Sudão…
de como os seus generais com o apoio do al-Turabi
enforcaram um grande mestre em sua terra?
Mohmoud Mohamed Taha era um mestre
Oh Sudão
Oh meu belo Sudão
milhares de diferenças existem entre
um mestre e um assassino

neste mundo no qual e sobre o qual vivemos de contradições e injustiça
fica fácil julgar um homem simples
um verdadeiro herói
ou qualquer um de nós
as leis são feitas para controlar as massas
e proteger os poderosos
tornei-me um incrédulo
não acredito em suas leis internacionais

quem matou Che Guevara?
quem matou Lumumba?
e quem matou Taha?
foi você, lei internacional
é por isso
que quando se trata de um homem como alBashir
você dança e fala alto
sem ação
sem justiça
só conversa e mais conversa
para o sudanês…

Kizzie, que escreveu sua postagem antes do anúncio feito pela CCI, revela que o partido de Bashir encontra-se dividido a respeito da questão: [En]

Some Sudan “experts” forsee a bigger Sudanese crises, the disintegration of the Sudanese state. Andrew Natsios, former US envoy to Sudan is worried about a Somali-like situation with an Afghanistan-like intervention.
African and Arab leaders are standing together against the ICC's decision. When the arrest warrant is issued, they are going to be very silent. Bashir's party is already divided. Most of his advisors asked him to step down. He wouldn't.
Let's see what's going to happen

Alguns “especialistas” sudaneses preveem uma crise sudanesa ainda maior, a desintegração do estado sudanês. Andrew Natsios, ex-embaixador americano no Sudão,  preocupa-se com a possibilidade de  que possa vir a se instalar uma situação como a da Somália seguida de uma interferência como a que ocorreu no Afeganistão.
Líderes africanos e árabes estão se mantendo unidos contra a decisão da CCI. Quando houver a emissão do mandato de prisão, guardarão silêncio absoluto. O partido de Bashir já se encontra dividido. A maioria de seus conselheiros pediram a ele que renunciasse. Ele não o faria.
Vejamos o que irá acontecer.